Vale a pena investir na importação de pneus?

Tempo de Leitura: 2 minutos

Apesar do Governo Federal voltar a taxar a importação de pneus, a decisão não impactou as operações comerciais exteriores nesse setor.

Segundo publicação no portal AutoData, empresa de comunicação especializada no setor automotivo nacional e internacional, a produção brasileira da borracha natural supre apenas 52% da demanda do mercado interno, principalmente da indústria pneumática. 

Esse seria um dos motivos que faz com que a importação de pneus venha se destacando no mercado nacional. 

Outro motivo é que há anos esses itens estão expostos no mercado nacional e suas performances conquistaram a credibilidade do consumidor, quando a revenda desses itens passou a ser uma grande oportunidade de negócios.

Conforme o portal Transporte Moderno, nos primeiros oito meses de 2023 foram vendidos 4,34 milhões de pneus no país. Desse total, 3,31 milhões foram destinados ao mercado de reposição e 1,02 milhão às montadoras.

Quer saber se vale a pena investir na importação de pneus? Continue a leitura e confira.

Projeções do mercado de importação de pneus

Segundo matéria publicada no Diário do Comércio, datada de setembro de 2023, somente no primeiro semestre do respectivo ano, as importações de pneus apresentaram um aumento de 40%, comparado ao ano anterior, apesar do retorno da alíquota nas operações.

A mesma fonte informa que no período as operações comerciais movimentaram US$ 904 milhões, com destaque para a importação de pneus de veículos e motocicletas.

Outro dado interessante, publicado pela AutoData, demonstra que até julho de 2023 o Brasil havia importado 25,6 milhões de pneus. 

Esse total representa um aumento de 10 milhões de unidades importadas a mais, comparado ao mesmo período de 2022.

Países de origem e modal de transporte

Conforme a publicação no Diário do Comércio, já citada anteriormente, os maiores parceiros na importação de pneus para o Brasil, no primeiro semestre do ano passado, foram:

  • China, com 35,8% das operações comerciais realizadas,
  • Vietnã, com 13,8%,
  • Índia, 8,9%.

Os três países juntos somaram 58,5% do total da importação de pneus realizada no período no Brasil. 

Outros países, que também se destacam na parceria comercial, são Argentina, Estados Unidos, Coreia do Sul e Indonésia.

Em virtude da distância geográfica, do custo-benefício e da eficiência logística, praticamente todas as operações comerciais envolvendo a importação de pneus são realizadas por meio do modal marítimo.

Conheça as exigências para a importação de pneus

Para quem deseja investir na importação de pneus, é imprescindível que o seu negócio tenha certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e que o importador atenda às normas ambientais vigentes no Brasil.

Por isso, para garantir o sucesso da sua operação, o ideal é buscar fornecedores que cumpram com os requisitos internacionais e tenham as devidas certificações.

Em relação aos tributos aplicados, é importante destacar que em 2023 o Governo Federal retomou a cobrança de 16% do Imposto de Importação (II) sobre pneus de cargas, após dois anos de isenção.

Atualmente, a carga de impostos sobre a importação de pneus fica assim definida:

  • 16% para pneus de carros de passeio,  
  • 14,4% para motocicletas,
  • Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) 15%,
  • Programa de Integração Social (PIS) 2,68%,
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) 12,35%,
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ICMS) varia conforme o estado.

Concluindo, vale, sim, investir na importação de pneus, desde que a sua empresa considere os critérios exigidos, os tributos cobrados e conte com parceiros de confiança e com experiência no mercado.

Agora que você sabe que o mercado de importação de pneus está em franco crescimento, conte com a RENTALOG para garantir o sucesso e a segurança da sua operação.

Fontes:

https://www.autodata.com.br/noticias/2023/09/25/importacao-de-pneus-cresce-e-industria-nacional-comeca-a-negociar-layoff/62296/

https://diariodocomercio.com.br/economia/importacao-de-pneus-cresce-no-primeiro-semestre-mesmo-com-retorno-de-aliquota

Posts Recentes

Outras Postagens

Pular para o conteúdo